SDS erra e esquema de segurança para Copa contará apenas com 2.179 homens

Mais de 4 mil homens do efetivo da Secretaria de Defesa Social desapareceram em menos de 24h. Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Em menos de 24h após a confusa coletiva de imprensa em que a Secretaria de Defesa Social (SDS) de Pernambuco divulgou a quantidade de profissionais de segurança que seriam empregados no período da Copa do Mundo (mais de 6.400), a assessoria da pasta enviou um email, às 21h49 da terça-feira (27), informando que o número final seria de 2.179. Fazendo as contas, são 4.242 pessoas a menos. Tudo isso a apenas 15 dias do Mundial. Ficam as perguntas: Para onde foi o efetivo? O novo número dará conta? Não se sabe sequer se a nova quantidade está correta.

LEIA MAIS:
> SDS diz que erro em número de policiais foi uma questão de interpretação

Só de policiais militares, o número divulgado havia sido de 5 mil, quando a nova tabela aponta um total de 1.757 homens trabalhando no período. O Corpo de Bombeiros, que estaria com 350 homens nas ruas, na verdade estará com 250. A Polícia Civil, que estaria com 1.029 homens trabalhando, baixou para 111. A Polícia Científica foi a única que aumentou o efetivo; seria de 42, e deverá ser de 61.

Estavam presentes na coletiva os secretários de Defesa Social, Alessandro Carvalho, e Extraordinário da Copa, Ricardo Leitão; o comandante da PM, coronel José Carlos Pereira; o comandante dos Bombeiros, coronel Manoel Cunha; o chefe da Polícia Civil, delegado Osvaldo Morais, e o gerente da Polícia Científica, Francisco Sarmento.

A reportagem do Portal NE10 tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa da secretaria, mas até o momento não obteve resposta.