Götze relata 'sensação indescritível' no gol do título


Em 2013, Götze foi vendido para o Bayern de Munique por R$ 97,4 milhões pelo Borussia Dortmund. Foto: AFP

Herói do quarto título mundial da Alemanha, Mario Götze disse, após a partida, que fazer o gol que define qual a seleção será a maior do mundo nos próximos quatro anos era "uma sensação indescritível". "Quando a oportunidade aparece você simplesmente chuta para o gol e vê o que acontece", afirmou o meia ofensivo de 22 anos, um dos destaques do Bayern de Munique.

Götze jogou como titular os dois primeiros jogos da Copa. Mas só entrou em campo neste domingo, no fim do segundo tempo, porque o avante Miroslav Klose, de 36 anos, já não tinha condições de disputar a prorrogação, por causa do cansaço.

O que sentiu ao fazer o gol que finalmente venceu o goleiro argentino Sergio Romero foi comentado por Götze da seguinte forma: "Não dá para descrever. É um sonho que virou realidade para nós. Estou muito orgulhoso de nossa seleção e de tudo o que nos aconteceu e o que fizemos no Brasil".

Götze jogou na Copa um total de 225 minutos, de acordo com a contabilidade da Fifa. Participou da estreia, a vitória por 4 a 0 sobre Portugal, resultado que surpreendeu pelo placar. No empate com Gana, em 2 a 2, novamente como titular, foi eleito o craque da partida pela Fifa e ainda marcou um gol. No jogo seguinte, a vitória por 1 a 0 nos Estados Unidos, ele entrou no segundo tempo. E não mais recuperou a posição de titular.

Götze é o jogador mais caro do futebol alemão. Em 2013, foi vendido para o Bayern de Munique por R$ 97,4 milhões pelo Borussia Dortmund, clube que o projetou. "Acho que posso dizer que não foi um ano fácil para mim, não foi um campeonato fácil para mim. Dedico o título à minha família, à minha namorada e a todos os parentes e amigos que sempre acreditaram em mim. Continuei treinando, todos os companheiros me apoiaram e todos nós merecemos o troféu".

O treinador Joachim Löw elogiou Götze, a quem qualificou como "um menino maravilha". "Ele joga em qualquer posição, tem qualidade superior, tem a capacidade de decidir um jogo quando a oportunidade aparece", afirmou.

O técnico disse ainda que no intervalo da prorrogação procurou incentivar Götze, dizendo que ele teria de mostrar ao mundo que joga mais futebol que Lionel Messi, o grande craque argentino. "Falei para ele: ‘Mario, mostre ao mundo que você é melhor do que Messi e que você vai decidir a Copa. Você tem capacidade’. Foi o que eu falei. Tinha uma boa sensação sobre ele. Este menino joga em qualquer lugar do meio para a frente", observou Löw.

Klose também relatou a conversa breve que teve na margem do gramado, quando deu lugar a Götze. "Disse a Mario: ‘Eu já joguei e agora você tem de fazer o gol’. E ele fez. Mario é sensacional", afirmou.